segunda-feira, 13 de abril de 2015

Tenho dois corações dentro de mim



tenho dois corações dentro de mim
um bate forte apressado
outro bate leve compassado

um coração espera
outro desespera

tenho dois corações dentro de mim
um sonha feliz delira
outro move devagar inspira

um coração chora
outro implora

tenho dois corações dentro de mim
um me deixa sem fala
outro sempre canta embala

um coração frágil
outro ágil

tenho dois corações dentro de mim
um pulsa meio aflito
outro calmo sem conflito

um coração deserto
o outro esperto

Tenho dois corações dentro de mim
um sorri suave de mansinho
outro quieto me faz carinho

tenho dois corações fecundos
aonde cabe todo amor do mundo.


J Estanislau Filho

                                                                                     Dedicado a uma mulher grávida em 15-03-1990.

                                              Poema do meu livro O Comedor de Livros - página 26

6 comentários:

  1. Se já arrasa com um, imagina com dois corações!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Terezinha, volte sempre. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Por falar em grávida, cê sabe que o meu nenén nasceu? Lindo o poema.

    ResponderExcluir