terça-feira, 8 de abril de 2014

Estrela Estrelas

O amor que fora meu
não sei onde mora
estrela estrelas tirem de mim esse breu
onde estará o meu amor nessa hora?

Nenhuma flor um ramo uma hera
onde a brisa se escondeu?

Sob árvores desfolhadas
chorei cântaros
não ouvi os pássaros
no calor de derreter metais
estrela estrelas ouçam meus tristes ais...

Não as vejo cadentes
nem ouço seus estalos
estrela estrelas
como vê-las?
solitários são meus dias...

Milhões de estrelas virão
no inverno verão
estações fazer-me companhia...

Luzes piscam no céu
a natureza muda muda o véu...

Sou o sol
estrela maior nesse itinerário
nunca mais sol-itário.