domingo, 5 de outubro de 2014

OS VERSOS QUE TE DEI







Os versos que te dei, eram como fachos d´alma
Entoando melodia vienense que acalma
Os versos que te dei, brotavam do coração
Da cor do rubro sangue que bombeia de paixão

Os versos que te dei tinham aroma de alecrim
Suas formas e matizes florescendo no jardim
Os versos que te dei exalavam sentimento
Nas rimas e palavras um sagrado juramento

Mas teu duro coração não foi feito pra poesia
Recolhi todos os versos e compus esta elegia
Pois aquele teu amor não passava de um falsete
Os meus versos de amor hoje sei, não mereceste


Beth Lucchesi


4 comentários:

  1. Os versos que te dei, eram como fachos d´alma
    Entoando melodia vienense que acalma
    Os versos que te dei, brotavam do coração
    Da cor do rubro sangue que bombeia de paixão isto é belo demais poeta, parabéns pela escolha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Beth é uma poetisa talentosa e amiga querida. Grato pela presença, Luiza.

      Excluir
  2. Lindo mesmo Olynda. A Beth é uma ótima poetisa. Obrigado pela presença, sempre generosa.

    ResponderExcluir