sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Promessa





meu cheiro de grama molhada
abraçou o lençol e me olhou
com seu jeito de flor.

abriu um sorriso bonito
rolou de um lado ao outro
e sussurrou em meus ouvidos
palavras de ternos sentidos.

disse que me daria uma estrela
que a depositaria em minhas mãos.

levantou-se vestida de sol,
era mar era lua esplêndida
era estrela prometida.


Formatação: Anna Lúcia Gadelha - amiga e parceira de letras.







J Estanislau Filho

Autor de A Moça do Violoncelo-Estrelas, Filhos da Terra, Crônica do Amor Virtual e Outros Encontros, entre outros

11 comentários:

  1. Que poema mais lindo de ler.Acho que esse poeta está apaixonado!Abraços Maria Luiza...

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Sempre apaixonado, Maria, pela poesia, pela vida. Obrigado pela presença. Abraço.

      Excluir
  2. Graciosidade, encanto e precisão de palavras. Lindo! Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras generosas, Eneida. Abraço.

      Excluir
  3. Maravilhoso, terno, sensível, sublime poema de amor!! Adorei ler e viajar nas linhas da tua emoção, poeta!! A imagem em perfeita harmonia com seus versos lindos! Obrigada por compartilhar!! Beijos e linda tarde pra você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aparecida, sempre uma alegria recebê-la em minha hospedagem. Seja sempre bem-vinda. Abraço.

      Excluir
    2. Aparecida, sempre uma alegria recebê-la em minha hospedagem. Seja sempre bem-vinda. Abraço.

      Excluir
  4. Belo e apaixonados versos. Maravilhosa poesia, Stan. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, amiga. Seu retorno alegra a mim e a todos os amigos e amigas das letras. Abraço.

      Excluir
  5. LINDO... O AMOR É LINDO... A NATUREZA É LINDA...
    DUAS LINDAS COMBINAÇÕES.ABRAÇOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Terezinha. Alegre com a sua leitura e comentário. Volte sempre.

      Excluir